Blog


fonoaudiologia bebes foto
3 ago, 201618 | Blog » Para o Seu Bebê

O que faz um fonoaudiólogo especialista em bebês?

Quando se fala na atuação fonoaudiológica com bebês frequentemente surge a pergunta: Mas o que faz um fonoaudiólogo com bebês se eles  ainda não falam? Foi então que pensando nessa recorrente questão que achei importante conversar um pouco sobre o lugar da fonoaudiologia em neonatologia, na intervenção precoce e no processo de aquisição de linguagem e fala.

O fonoaudiólogo neonatal pode atuar no âmbito hospitalar em unidades neonatais de média ou alta complexidade ou assistir a mães e bebês em alojamento conjunto. Esse profissional poderá atuar fundamentalmente em quatro áreas: 1) junto a mães e bebês com dificuldades de alimentação oriundas de prematuridade, síndromes, malformações ou quaisquer outros fatores que interfiram na alimentação, atuando direta ou indiretamente em aspectos da motricidade orofacial; 2) Como agente facilitador da amamentação, 3) na realização da triagem auditiva neonatal (teste da orelhinha) e, 4) na avaliação do frênulo lingual (teste da linguinha).

A partir da alta hospitalar o fonoaudiólogo especialista em intervenção precoce poderá atuar junto aos bebês em caráter ambulatorial ou em consultório. Essas consultas poderão ser iniciadas logo após a alta hospitalar e tem como objetivo o acompanhamento do desenvolvimento do bebê e das primeiras relações com pais e cuidadores. A periodicidade das consultas poderá seguir protocolos específicos de cada serviço ou podem seguir a necessidade de cada bebê. Destaco que esse acompanhamento regular tem caráter preventivo e pode deve ser inserido à rotina dos bebês como as consultas ao pediatra por exemplo.

Com base nas orientações da Sociedade Brasileira de Pediatria elaborei o Ninho – Acompanhamento de Bebês, cujo cuidado ao bebê é ampliado a toda a rede que o cerca visa realizar o follow-up de bebês de zero a 24 meses. Durante essas consultas serão realizadas observações clínicas e orientações com relação ao desenvolvimento da linguagem e será utilizado como referência o protocolo IRDI – Indicadores de Risco para o Desenvolvimento Infantil.

Segundo o Ninho, a primeira consulta ao fonoaudiólogo especialista em bebês pode ser realizada ainda na fase gestacional e, esse profissional poderá atender aos pais e bebê logo após o nascimento na maternidade ou na residência. Essa relação mais estreita entre terapeuta e família proporcionará um espaço de escuta aos pais no que se refere ao desenvolvimento do bebê e auxiliará a família no protagonismo da construção da linguagem de seu filho. Como vemos, muito pode fazer o fonoaudiólogo bem antes das primeiras palavras.

Todo o conteúdo deste Blog que é protegido contra copyright e são proibidas reproduções totais ou parciais sem autorização da autora.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *